segunda-feira, 20 de agosto de 2012

Ao meu primeiro amigo gay

Até o final da minha adolescência, eu não tinha amigos gays. Eu dizia para mim mesmo que não queria ficar preso num gueto, me relacionando apenas com meus amigos homossexuais. Queria ter amigos heterossexuais porque gostava dos amigos que eu tinha até então. Eu achava que ter um amigo gay faria que meus amigos heterossexuais se afastassem de mim.

Hoje vejo que isso era puro preconceito meu. Não havia uma escolha a ser feita (ter amigos heteros ou ter amigos gays) e, se houvesse, os heteros não eram necessariamente a melhor escolha. Viver apenas no gueto é ruim sim, mas ter amigos gays não me leva automaticamente a essa situação. O que me leva a isso é o preconceito que existe nas pessoas.

O fato mais importante nessa história é que, nessa época, eu tive a oportunidade de conviver mais com gays, bissexuais e lésbicas e ser amigo deles, mas não o fiz. Eu me lembro disso porque reencontrei por agora um colega de escola da época do ensino médio (que eu desconfiava ser gay) e me lamento por não ter sido mais próximo dele à época.

E eu posso dizer isso hoje porque me lembro com carinho do meu primeiro amigo gay. Ele só chegou quando eu tinha 23 anos. Contudo, eu digo que ele me ensinou a falar (gírias gays) e a entender melhor a mim e aos outros. Com ele aprendi que é bom ter amigos diferentes da gente (que, por isso, nos exercitam enquanto seres humanos), mas que também é bom ter aqueles mais parecidos com a gente e que vão nos compreender como ninguém mais fará. Ele me ensinou a me aceitar ainda mais e que não havia nada de errado em cada um ser do jeito que é.

Se me arrependo de ter demorado tanto a fazer amizade com alguém que não fosse heterossexual, também posso dizer que tenho todo o orgulho e admiração do meu primeiro amigo gay na mesma medida. O Drag Madrinha definitivamente mudou minha vida!

24 comentários:

  1. Passei anos sem amigos gay no bloguinho. Agora descambou e eu caço os héteros. :-)

    ResponderExcluir
  2. Eu te entendo, de verdade. Eu passei a minha vida toda sem ter amigos gays. E mesmo agora, amigo "ao vivo", ainda não tenho. E nem sei se isso é bom ou não.

    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, mas a gente tem que providenciar de corrigir isso, então!!! rs

      Beijos!

      Excluir
  3. e verdade... eu tenho muitos amigos, mas os gays sao os melhores pq me sinto na mesma panela e podemos ter os mesmos temas.
    abração

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hehehehehe

      Por aí, Lúcio Fer, por aí!

      Abração!

      Excluir
  4. Meu primeiro amigo gay é da infância e nem sabíamos(ele, eu, os outros) que ele era gay. Rsrs. Na verdade nunca tocamos no assunto, mas foi meu primeiro amigo e o é até hoje. Tenho uma estima de irmã por ele. Nos damos muito bem e sinceramente...adoro amigos gays... vcs já devem ter percebido...kkkkk
    Beijos CC

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, Margot, SUA DIVA! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      Beijos!

      Excluir
  5. Pois é, a verdade é que eu nunca tive um amigo gay. Eu falo de "amigo amigo mesmo", pois conhecidos não são referências. E no meu ambiente de trabalho isso é mais complicado do que parece... mesmo que não devesse ser. Então não sei se isso faria alguma diferença no meu modo de ser ou encarar a vida.

    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu te entendo, Cesinha! Quem sabe um dia, né? ;)

      Beijos!

      Excluir
  6. bem, eu só tenho um amigo hetero hoje em dia. todos os outros são gays. hehehe

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahahahaha! Foxx, eu tô quase lá! rs

      Beijos!

      Excluir
  7. Opa, tudo bem? Recebi os teus comentários elogiosos ao 30ideias e fiquei muito contente. Obrigadão! Sobre as atualizações: eu e os outro cinco blogueiros montamos o 30ideias como uma contribuição nossa e um documento que pudesse inspirar outras pessoas. Depois, cada um seguiu seu caminho. Desde o começo, não pensamos em fazer atualizações. O que desejamos era e continua sendo que essas ideias se alastrassem e circulassem. Se isso continuar acontecendo, estaremos satisfeitos! Abração :-)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ô, Thiago! Tudo bem, rapaz!

      Os comentários elogiosos que fiz são mais que merecidos!

      Mas quando eu falo de atualizar o 30ideias não é de colocar mais informação lá não. A ideia é atualizar alguns links e referências que já não se aplicam mais... Entendeu?

      Abração!

      Excluir
  8. Acho que me tornei heterofóbico... =O

    \o/

    Di verdadiw...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom, sou da opinião de que não é legal estar nem tanto à terra nem tanto ao mar...

      Abraço!

      Excluir
  9. E ele leue sse post mega-querido??? Merece ler!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Merecer, merecia. mas como a política do blog é manter o pseudônimo e a privacidade das pessoas as quais estão envolvidas na minha história, eu só falei com ele tudo que está escrito aqui sem citar que existe este post ou mesmo este blog...

      Beijos!

      Excluir
  10. Transito bem entre os dois grupos, mas meu melhor amigo é gay... o interessante é que a amizade começou ainda na escola quando um não sabia do outro! Coincidentemente decidimos contar um ao outro no mesmo dia... foi legal!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Pedro Bear!

      Seja bem-vindo a minha casa!! Chega mais que domingo é dia de descanso, mas tem sempre espaço pra um bom papo...

      Ah, sim! Isso de não saber que o cara é gay e descobrir depois acontece também! Eu só tenho um caso, mas a vida acabou me afastando desse amigo... Uma pena!

      Um abração!

      Excluir
  11. Eu sempre tive amigos gays e héteros desde criança e sempre transitei muito bem nos dois lados de amizades ...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom, Bratz! Eu demorei a aprender, viu?

      Beijos!

      Excluir
  12. Sofri tanto bullying na escola que nem reparava quem era ou poderia ser gay, até pq acho que nem eles mesmos eram assumidos. Minha vida foi de tanta tortura sempre, tanto preconceito, que muitas vezes me pego pensando na escolha que fiz de estar num relacionamento hetero, justamente pra ter um pouco de paz na vida. Minhas próprias torturas pessoais, e dificuldades psicológicas já me bastam.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai, amigo! Quando vc me fala isso, me parte o coração, de verdade! Nem sei o que te dizer nesses casos...

      Um beijo!

      Excluir

Related Posts with Thumbnails