quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

Orgulho do Maridão


Eu já comentei nesse blog há muito tempo atrás o quanto o Maridão tinha dificuldades de expressar seu afeto em público. Mas como acabei de dizer, ele TINHA dificuldades.

Já faz um tempo que cada um de nós se esforça para diminuir a tensão sobre essa questão. Eu tentei com todas as minhas forças ser mais compreensivo com a dificuldade dele em demonstrações de afeto em público. Em contrapartida, ele se esforçou muito pra tentar superar isso.

Olhando para trás, vejo uma mudança enorme na postura de ambos. Eu não me sinto tão incomodado mais nos momentos em que vejo ele embaraçado com uma situação em que ele tenha que "assumir" a relação que ele tem comigo. E também não tenho mais brigado por isso. O Maridão, por sua vez, tem lidado melhor com essas situações e não contribui para que fique no ar a sensação de que nosso amor é algo sujo, feio e que deve ficar lacrado entre nossas paredes, de portas e janelas fechadas.

Para vocês terem uma ideia da mudança, há uns dois meses, fui parar no hospital e ele foi me acompanhar. Depois de algum tempo no hospital a gente acaba estabelecendo uma certa familiaridade com os outros pacientes. E, no momento que eu recebia a medicação estava num estado entre o consciente e o inconsciente e ninguém tinha certeza se eu ouvia ou não o que era falado ao meu redor. Mas, mesmo nessa situação, pude ouvir a seguinte conversa:

Pessoas curiosas: Você está tão preocupado com ele, não é? Mas o que ele é seu?
Maridão: É meu namorado, meu noivo, meu marido... Não sei dizer ao certo, mas é algo assim...

É por essas e outras que eu tenho orgulho do Maridão. Mas não porque ele mudou por minha causa, mas porque ele demonstra que está investindo tanto quanto eu na nossa relação e que, para isso, existe um esforço mútuo em cuidar um do outro em todos os sentidos.

17 comentários:

  1. eu e o maridão tb passamos por esta dificuldade, mas hoje não temos mais nenhum constrangimento, VIVAS à vida ...

    bjão

    ResponderExcluir
  2. * Paulo Bratz, meu querido! Vivas a vida! Beijos!!

    ResponderExcluir
  3. pois é, que bom que vc tem alguém que investe em vc. parabéns, vc merece.

    ResponderExcluir
  4. Ai q coisa mar linda, gente.. Emocionei..

    ResponderExcluir
  5. Então... complicado hein... Em linhas gerais, eu acho que é isso do que trata o amor, a gente cede um pouco, ganha alí na frente e juntos vão construindo algo, superando as coisas.

    Eu não passei exatamente por isso, para dar uma opinião "embasada", eu tenho um amigo, e alguns amigos que sabem de mim, juram que somos namorados... nós viajamos juntos, fazemos uns programas de índio juntos, coisa e tal... mas é um amigo...

    Está ai... uma coisa que eu não sei como reagiria... acho que no começo eu dava uma espanada... meditar eu irei...

    ResponderExcluir
  6. * Foxx, obrigado! Bjos!


    * Gato Van de Kamp, e eu vivendo esse momento então? Estou emocionado até agora... :)

    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Eu não esqueceria isso, jamais [assim como acho q vc tb não esquecerá]!
    : )

    ResponderExcluir
  8. * Latinha, essa é a arte de conviver, não é?

    Abraços, querido!


    * Junnior, eu nunca esquecerei... :)

    Abraços!!

    ResponderExcluir
  9. Esse é um daqueles posts que a gente não comenta, só contempla...

    Beijo Doido.

    ResponderExcluir
  10. nossa, que lindo!!! Acho que poucas pessoas falariam isso, sinceramente.

    ResponderExcluir
  11. * Lobo, valew!

    Beijo!


    * Otávio, sério que vc acha isso?? Gente!! Achei que era algo comum.. rs

    Abraços!!

    ResponderExcluir
  12. Papai Urso do Interior8 de janeiro de 2012 23:10

    Acabo de ter certeza que vc não é Cara Comum coisa nenhuma, vc é um Cara de Sorte, isso sim! Apesar de tal frase ter sido dita num hospital e num momento não muito agradável p/ vc, é uma verdadeira declaração de amor, afinal amar requer uma puta duma coragem, assumir relacionamento entre iguais num país como o nosso com ranços religiosos fundamentalistas fortíssimos e cultura machista é quase um ato heróico, só me resta dizer PARABÉNS, o que vcs tem não é p/ qualquer um, é p/ poucos, bem poucos mesmo.

    ResponderExcluir
  13. * Papai Urso do Interior, valeu pelo carinho! Obrigado!

    ResponderExcluir
  14. Lindo, gostei muito do exemplo. Também tenho dificuldade de demonstrar afeto pelo me namorido

    ResponderExcluir
  15. Meu namorado era assim também.. fechado. Hoje em dia tá mais light e demonstra mais afeto. Abcs!

    ResponderExcluir
  16. Muito lindo, também tenho dificuldade de demonstrar afeto pelo meu namorido, mas tenho trabalhado nisto. Um abraço e ótimo blog...

    ResponderExcluir
  17. * Juan Heféstion, seja bem vindo, rapaz!! O almoço hoje tá caprichado porque é domingo, então aproveita e vem comer com a gente aqui na mesa da sala! rs

    Sobre ter dificuldades de demonstrar afeto, eu acredito que seja normal, mas que é algo que precisamos trabalhar para o nosso próprio bem...

    Abraços!



    * Raphael Martins, as coisas mudam não é?

    Abraços!!

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails