sexta-feira, 6 de abril de 2012

Rapidinhas para o feriado

Pra você que está com preguiça de ler posts "filosóficos" neste feriado, resolvi fazer um bem mais leve, dividido em duas partes. Aproveite!



Tá se preparando pra quando G-zuis ressuscitar? Pois domingo dia 08 vai rolar até concurso usando o seu santo nome. Trata-se do "Hunky Jesus Contest", um concurso que elege o "cover" de G-zuis mais "bonitão" e/ou com mais "atitude". O evento acontece em São Francisco (EUA) e é promovido há 33 anos (que número mais propício, não?) por um grupo gay radical chamado The Sisters of Perpetual Indulgence (As Irmãs Perpétuas da Indulgência). O grupo, que tem adeptos em várias partes do mundo, é composto por homens maquiados e vestidos de freiras.

Polêmico, o concurso desperta a ira de muitos religiosos e até de alguns ativistas LGBTs. Porém, o grupo afirma que tudo não passa de uma brincadeira.

Na minha singela opinião, alguns dos participantes são tão carismáticos (ou só gostosos mesmos) que arrisco a dizer que Pedro não os negaria uma quarta vez! rs. Meu preferido da edição do ano passado (2011) é o que aparece aos 4:48 do vídeo abaixo:


Pena que estou amarrado, mas não é em nome de G-zuis...



Estava dando uma olhada no site da Campanha pelo Casamento Civil Igualitário e, na seção intitulada "opinião" na qual há várias citações de pessoas importantes que apoiam o casamento de pessoas do mesmo sexo, li a seguinte fala do jornalista e escritor argentino Osvaldo Bazán:

"A criança judia sofre a estupidez do mundo, volta para casa e lá seus pais judeus lhe dizem: ‘estúpido é o mundo, não você’. E lhe dizem por que essa noite não é como todas as noites, e contam para ele a história daquela vez em que tiveram que sair correndo e o pão não levou. Dão-lhe uma lista de valores e falam: ‘Você está parado aqui’. E saberá a criança judia que não está sozinha. A criança negra sofre a estupidez do mundo, volta para casa e lá seus pais negros lhe dizem: ‘estúpido é o mundo, não você’. E lhe falam do berço da humanidade, de um barco, de uma guerra. Dão-lhe uma lista de valores e falam: ‘Você está parado aqui’. E saberá a criança negra que não está sozinha. A criança homossexual sofre a estupidez do mundo e nem pensa em falar com os pais, porque supõe que eles vão ficar chateados. Não sabe por quê, mas eles vão se chatear. E para seus pais, o pior é crer que seu filho não é como eles (…). A criança homossexual, só por ter nascido homossexual, só por ter sido parida em território inimigo, está em guerra com a religião, com a ciência e com o Estado. Como poderá uma criança enfrentar uma luta tão desigual?"

Sabe quando você não tem o que completar? Acho que foi a vez em que vi a melhor descrição sobre a crueldade e o abandono a que a criança gay está submetida no seio de uma família (e sociedade) homofóbica.

Mas, se você é uma criança gay e está lendo isso aqui, digo pra você não desanimar com a crueldade: eu nunca senti com tanta clareza que estamos tão próximos de sermos uma sociedade menos injusta. Estamos juntos no mesmo barco e eu acredito que a tempestade vai passar!

EDIT: Confira o post seguinte, que tem um pedido de desculpas a esse post.


EDIT 2: Antes de sair esbravejando por aí e para entender melhor minha opinião, veja o terceiro post dessa sequência aqui.

22 comentários:

  1. achei este tal concurso supimpa! que venham mais deste tipo
    feliz páscoa pra você

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Serginho, queridão! Não sei se supimpa é a palavra pra descrever o que eu achei não. Até porque achei meio "perigoso" esse lance de brincar com a religião alheia, mas... divertido ele é!

      Abraços!!

      Excluir
  2. Caraca e ainda diz q não iria filosofar! Definitivamente o menino está em profissão errada ... só de ter a sutileza na percepção e o refinamento da reflexão para com o texto de tamanha completude vc é um filósofo cara! E que filósofo ...

    Vou ver o vídeo com a devida calma q o caso requer ... rs ...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, Bratz! O que eu quis dizer é que não queria fazer posts com tanta densidade no feriado. Daí, vem uma parte descontraída e uma parte emocionada. Só isso!

      Abraços!!

      Excluir
    2. Tinha visto o vídeo mas esqueci de voltar para comentar! Eu gostei! simples assim! Vi tb seu post seguinte sobre a repercussão do tema deste ... meu coment sobre isto está lá ...

      Parabéns meu querido Filósofo pela sua competência, pela sua sensibilidade, pela sua coragem e principalmente por seu bom humor ... ai ai ... canseira geral desta onda contemporânea do politicamente correto ...

      bjão

      Excluir
    3. Paulo, meu querido! Fica que tem post resposta! rs

      Excluir
  3. E na Páscoa renasce mais um filósofo!
    Aeeeee.......
    Peça a benção de São Bratz e arregaçe as mangas!
    Existo porque penso!
    Bjao

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahahahahahah. Aí, não!! deixo o serviço pra quem entende de verdade!

      Grande beijo!

      Excluir
  4. Depois dos dois comentários acima o que você quer que eu diga? Estúpido é o mundo...! Um filósofo, sim senhor... mas não é renascido quem nasce pra ser...

    Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Eu adorei o recadinho para os child gay (estranho tal categorização).
    Isso me faltou... =/

    Um bjo sabor chocolate.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Faltou pra mim tb, Prisioneiro!

      Beijo sabor chocolate é mara (e viciante)!! Outro pra vc!

      Excluir
  6. kkkkkk... sei, sei, não queria ler posts “filosóficos”! Pagou a língua! Vide os comentários dos filósofos de BlogsVille! Ficou ótimo o texto, parabéns! Agora, o vídeo: sei não. Fiquei imaginando se fosse um vídeo de evangélicos satirizando os diferentes “tipos” gays. Será que nós acharíamos tão engraçado assim? Pra pensar... filosoficamente (kkkkk)

    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É mesmo Cesinha! Depois do seu comentário fiquei pensando que posso ter me divertido com algo que ofende outras pessoas! É que, pra mim, mesmo quando eu era muito religioso, sempre imaginei que Deus ( e Jesus) tivesse senso de humor...

      Whatever, se alguém se sentiu ofendido, peço desculpas, ok?

      Beijos!

      Excluir
  7. O Bratz acabou com a sua idéia... rs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nem acabou não, rapaz! Pra falar a verdade, nem tinha muito ideia por trás não...

      Beijos!

      Excluir
  8. por isso eu sempre quis ajudar essas crianças gays, fazer algo por elas, pq nascidas em território inimigo, elas simplesmente precisam ser protegidas.

    ResponderExcluir
  9. Ai gente... Olha a brincadeirinha... Sei lá, eu acho meio excessiva, vergonha até de achar um monte de Jesus ali gostoso, mesmo... Sabe como é, né?? Criação catolica... Fico pensando na minha avó nas sexta- Feiras da Paixão, que não liga rádio, mal ver TV, fala pouco... Lamenta de fato uma morte... Daí penso que assim como ela tem muitos e o qto de fato se sentem agredidos e açoitados pela brincadeira.. Acho até que a maioria faz estardalhaço por nada, pra demarcar território mesmo e nem se doem, mas tem quem sente sim..Pra mim é algo próximo a rolar um concurso de drag todo aniversário de morte da minha avó qdo ela se for e em sua homenagem... Sei lá.. Nem ia curtir!!! Mas por outro lado somos sempre tão desrespeitado por essa gente, né???? Não sou de pagar na mesma moeda, mas acho q entendo... Sei lá...

    Linda descrição do cara mesmo, muito embora o lance da família negra mereça uma ressalva, pk muitas vezes compartilha do preconceito da rua tb, não de forma deliberada, mas participa... Lembro de uma prima que usava um penteado todo afro até uns 10 anos e após algumas colegas debocharem e ela se sentir mal a mãe, na tentativa de reforçar sua auto estima. pagou os tubos de cabeleireiro e opa... A menina tava de cabelo liso tb... Talvez a resposta dessa mãe tenha sido "prove a eles que vc pode ser igual".. Nesse caso ser igual é igual a ser estupida... Mas tah valendo....

    De qq forma foi muito bem colocado o texto e to com o Bratz... Pra quem não queria filosofar vc não foi nada oportuno... rsss

    Beijos leãozinho!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, gato! vc é mais um dos que me fizeram rever a minha postura... Brincadeira desnecessária!

      Sobre o filosofar ou não (eis a questão), foi só uma filosofadinha de nada... hehehehe.

      Pelo jeito, tô todo errado mesmo! rs

      Beijos!

      Excluir
  10. gaggedheart.blogspot.com7 de abril de 2012 17:08

    a brincadeirinha eu acho bem desnecessária...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa! Pois é, só agora percebi o tamanho da besteira... Abraços!!

      Excluir

Related Posts with Thumbnails