sexta-feira, 3 de janeiro de 2014

Dessas conversas que a gente ouve no elevador

Outro dia eu estava num elevador quando ouvi a seguinte conversa:

Senhor 1: Aposto que eles estão todos indo ao velório hoje...
Senhor 2: É verdade! A turma deve estar toda lá: o Collor, o FHC, esse povo todo...
Senhor 1: Nossa... Nem me fala desse povo todo que eu não aguento nem ouvir o nome. Só de falar em política, eu já vejo na minha frente uma podridão, um mar de corrupção...
Senhora simpática: É verdade! Uma lástima...
Senhor 2: E o pior é que todos eles devem se recandidatar ano que vem...
Senhor 1: É mesmo! E a gente não pode deixar a Dilma ganhar de jeito nenhum. Se ela ganhar nós estamos perdidos...
* porta do elevador se abre e o Senhor 1 e o senhor 2 vão saindo*
Senhora simpática: Por que nós estaremos pedidos?
Senhor 1: Porque ela é sapatão!!!
Senhora Simpática: Uai, isso não é problema nenhum não...
*Porta do elevador se fecha*
Senhora simpática: Isso não tem nada a ver. Que bobeira é ele dizer uma coisa dessas... Um absurdo esse cara falar uma coisas dessas!

E foi nesse instante que eu admirei aquela velhinha imensamente...

17 comentários:

  1. Eita velhinha esperta! Crianças e velhinhos podem ser terríveis ou as melhores criaturas do mundo, como essa Senhora Simpática.
    PS: não me importa o que Dilmão faz em sua vida pessoal, desde que faça o que deve ser feito pelo Brasil.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, AdultoEmergente!!! Não me lembro de vê-lo comentando aqui em meu blog, então seja bem-vindo! ^^

      Eu concordo contigo com essa coisa de "crianças e velhinhos podem ser terríveis ou as melhores criaturas do mundo"... rsrsrs

      Abraços!

      Excluir
  2. Ô gente, simples falta de argumento. Não tem do que acusar a Dilma ai xinga de algo que pensa que o receptor vai imediatamente concordar. Não que a Dilma não possua mil problemas que se coloquem contra ela no pleito, eu sinceramente não quero votar nela novamente, mas a falta de argumento dele já estava presente no clichê política = corrupção, uma frase que ele aprendeu para dizer que é antenado, mas não conseguiria nomear um projeto que esteja em votação.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pouis é... Eu chamo esse povo de babaca! Simples assim!

      Excluir
  3. Olha, eu acho que a Dilma tem que sair de qualquer jeito! Mas jogar toda a merda no ventilador é fazer o mesmo jogo sujo "dos fins que justificam os meios" ... homofobia é homofobia e deve ser combatida!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu concordo!!! Dilmão não fez nada de útil pela população LGBT e ainda permitiu muita coisa ruim rolar, fora as omissões...

      Excluir
  4. Passei pra te desejar um bom 2014 e que você possa conquistar, cada vez mais, os seus sonhos.

    Abraços

    ResponderExcluir
  5. Nada tendencioso o apelido que vc resolveu dar pra Senhora Simpática!!!
    kkkkkkkkkk
    Eu passo mal com os absurdos que o povo fala!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na verdade, a ideia era fazer um trocadilho entre ter simpatia e ser "simpatizante"... rs

      Excluir
  6. Eu fico [mais] besta com os absurdos que a gente ouve por ai... é muito para mim cabeça. Eu recobro um pouco da fé, quando vejo "senhorias simpáticas" mostrando que ainda há esperança! ;-)

    Muito legal!

    ResponderExcluir
  7. Saudade é um pouco como fome. Só passa quando se come a presença. Mas às vezes a saudade é tão profunda que a presença é pouco: quer-se absorver a outra pessoa toda. Essa vontade de um ser o outro para uma unificação inteira é um dos sentimentos mais urgentes que se tem na vida.
    Clarice Lispector

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que sei quem vc é, pessoa Anônima, e digo que também estou com saudades... ;)

      Excluir

Related Posts with Thumbnails