quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

A briga em torno do "ismo"

Li um artigo num blog que se diz "Um blog eclético. Teológico, filosófico, teísta, deísta e por vezes ateísta. Poético, crítico, e atual. Um blog feito por pensadores, para pensadores." Mas acho que tem mais definição que atitude. O tal artigo me chamou atenção porque entra naquela discussão em torno do uso do termo homossexualismo no lugar de homossexualidade. Senti a necessidade de escrever a seguinte resposta:

Quando se considera a língua como um objeto passível de se caber num dicionário, sua hipóteses levantadas em seus escritos tão floreados de palavras belas (que me pareceram querer enfeitar um raciocínio vazio em si) poderiam ser verdade!

Mas é preciso lembrar que a língua é viva e que o sentido das palavras ultrapassa os registros vernaculares oficiais. As palavras são marcadas pelo seu uso histórico e elas podem dizer exatamente o oposto do que significam, quando se usa outra entonação...

Vale lembrar que o termo homossexualISMO foi cunhado dentro de um contexto médico (e não existia anteriormente) sendo, portanto, associado à ideia de doença sim.

Assim, homossexualISMO já carrega uma marca histórica pesada demais e seu texto com belas palavras não vai conseguir derrogar tal mácula. Além disso, se você analisar bem algumas passagens, percebe-se que faltou um pouco de sensibilidade para "criar" a palavra de acordo com o que se observa (e seu texto faz o raciocínio de forjar a observação de acordo com a palavra já existente).

Como definir a qualidade de quem é homossexual? Façamos um exercício de analogia. A qualidade (boa ou ruim) de quem é feliz é a felicIDADE. De quem é mediocre é a mediocrIDADE. Então, de quem é homossexual é a homossexualIDADE. Para essa palavra, não se aplica o caso de nenhuma convicção ideológica ou um sistema (comunismo, cristianismo, deísmo, nazismo, dentre outros), nem de uma doença (como o botulismo, ergotismo, estrabismo, e outros). Além disso esse sufixo "ismo" está ligado a um sistema, tendência, atitude ou corrente, mas em geral com um sentido pejorativo (enciclopedismo, maneirismo, didatismo, etc).

Portanto, porque preferir utilizar um termo historicamente carregado de uma carga pejorativa grande se há um correspondente muito menos ofensivo e até mais apropriado? É como dizer que "crioulo" pode ser usado para se referir aos negros simplesmente porque no dicionário ele é listado como sinônimo para a referência racial dos afrodescendentes.

Essas "regras" do politicamente correto valem para evitar desentendimento entre pessoas que não se conhecem ou não tem intimidade suficiente para perceber que uma palavra não foi usada de forma ofensiva (ou seja, vale para comunicadores, principalmente, quando estes falam a um público diverso). Mais importante que utilizar um termo politicamente correto, contudo, é combater o preconceito que temos em nós e que se expressa nas mais diversas formas (através da linguagem verbal e não verbal, através das atitudes, etc). E isso, todavia, não invalida a boa iniciativa de se escolher com cuidado e respeito uma palavra que provavelmente causará menos controvérsias e ofensas gratuitas.

16 comentários:

  1. Uia.....Fiquei curioso para ler o texto que inspirou esse post!!!.....Manda o link em FB , por favor!
    Esse tema sempre foi um dos meus favoritos!
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vi sua resposta abaixo! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      Excluir
  2. Parabéns pela resposta... não existe nada a se acrescentar, do meu ponto de vista. Homossexualismo é mesmo carregado de um significado médico que aponta para o patológico. É isso!

    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cesinha, vc como médico tem muito mais propriedade pra dizer isso que eu, né??

      Beijos!!

      Excluir
  3. Li o post em referência e te aplaudo de pé. Perfeita a sua contextualozação. Todo discurso rebuscado corre prisco de ter seu contúdo perdido em sua essência e tornar-se um texto vazio ou distorcido.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é. Muita gente disfarça falta de conteúdo com palavras rebuscadas... Aff!

      Beijos, Bratz!!

      Excluir
  4. Coisa linda!

    Primeiro quero te parabenizar pelo casório! Tô numa correria tão louca! li tudo, mas não tive tempo de comentar! Mas fica aqui agora o comentário então hahaha

    Sobre esse post, olha, meu sonho ser articulado assim e conseguir puxar tantas referências para defender um ponto de vista. Eu sou bem burro para conseguir elevar uma discussão a esse nível hahaha

    Beijo doido!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei, meu bem!! Em primeiro lugar, obrigado!!!

      E sobre a parte em que vc comenta o post, eu nem fui tão articulado assim. Fico imaginando o Foxx ou o Gato dando a resposta no meu lugar. Eu seria um principiante indigno de comentário!!!

      Beijo, doido!

      Excluir
  5. Ichi....Passa a régua!
    Agora que ví o link do artigo!!
    Mas cá entre nós ( tudo bem que eu estou precisando trocar meus óculos!!) , fundo azul sobre azul deixa meu astigmatismo doidão!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom, eu vou ver se mudo a cor do link, ok??? Beijos!!

      Excluir
  6. Só pra constar: dei uma chegada lá e dei um "toque" um pouco mais contundente na garota. Parece que ela se "tocou"... nossa, ando na fase dos toques (kkkkk).

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu vi seu "toque" doutor.... kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      Beijos!!!

      Excluir
  7. Muito bom (como de costume)e é interessante vc observar alguns evangélicos que usam a expressão homossexualismo com a intenção deliberada de afrontar mesmo, é o que acontece, por exemplo, com Silas Malafaia, um cara que conhece a PLC de cabo a rabo e naturalmente está super-por-dentro de todas essas discussões, mas opta por ser desagradável...

    Todavia dependendo de onde vem a gente até entende, afinal algumas pessoas tem Mediocrismo, certo Silas???

    ResponderExcluir
  8. Supimpa! Copy/paste do comentário do Lobo! :-)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Edu, obrigado mesmo!! Eu não vou repetir a resposta que dei para o Lobo, mas é por aí, né?

      Abraços!!

      Excluir

Related Posts with Thumbnails