sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Luz estroboscópica


Das poucas vezes que saí para boates, uma coisa que me deixava pensativo era a luz estroboscópica. Com ela, eu praticamente sabia dançar. Isso porque, quem completava essa informação eram os observadores. Eu, no íntimo, sabia da verdade. Eu não consigo coordenar movimentos corporais ao ritmo de uma música qualquer. Quem me conhece sabe disso, mas um observador numa boate ignoraria esse meu segredo.

Todo mundo tem segredos. Eu também tenho os meus segredos. E criei esse blog pensando em usá-lo como confessionário, às vezes. Hoje percebo que a maioria dos segredos que eu tenho quero que fiquem comigo. São parte da minha individualidade, algo que é só meu. Outras coisas não são segredos pra ninguém e vão no extremo oposto do querer guardar apenas no meu íntimo. A isso as pessoas chamam de "o perfil do Cara Comum".

E uma coisa que sempre faço questão de anunciar para as pessoas é que não sou flor que se cheire. Muita gente fala que sou um cara de fala branda, fofo, bonzinho e todos os "inhos" que se pode fazer como elogios que escondem, na verdade, uma caricatura em tons pasteis do que eu, definitivamente, não sou. Entretanto eu, adepto da sinceridade, gosto de me apresentar como o demônio: aquele que aparenta ser anjo mas, quando menos se espera e já não se pode mais escapar da armadilha, resolve mostrar as garras infernais.

Sou também adepto da psicologia comportamental inspirada nas bases de Skinner, onde recompensa e castigo são boas formas de educação. Porque respeito à liberdade do outro tem hora e lugar. E não se choquem quando eu digo isso: nem todo mundo está preparado para usufruir de uma liberdade ampla.

Por essas e outras é que me fecho e me guardo. Neste blog aqui, por exemplo, minha vida apenas goteja. Da minha pessoa apenas se vê o contorno mal definido da penumbra que compõe minha sombra.

Assim não custa lembrar, antes de mais nada, que o que você vê sobre mim é só uma imagem que você monta com as pistas que eu te dou. Afirmar que o retrato está pronto é ignorar que há muita coisa escondida nos meus domínios exclusivos e completar o que falta com a própria subjetividade. Como quando os outros me veem dançando à luz estroboscópica.

11 comentários:

  1. querido, como eu ia publicar no meu blog, mas rependei a ideia, se vc não é esse kra bonzinho q eu enxergo daqui, então vc tá fazendo alguma coisa muito errada pra mostrar uma imagem tão deturpada de si mesmo...

    ResponderExcluir
  2. Foxx, eu não disse nem que sou nem que não sou o que as pessoas veem. Eu quis dizer que a construção da minha imagem por alguém que lê meu blog é um processo que, obviamente, tem uma grande subjetividade.

    A única coisa que afirmei, com todas as letras, é que eu não sou mesmo um cara bonzinho. Existe uma diferença em ser bonzinho e TENTAR SER UM CARA MELHOR... E pode ter certeza que, se eu contasse a verdade, teria que te matar... Hahaha...

    Abraços!!

    ResponderExcluir
  3. manter um mistério sobre nós mesmos é sempre algo positivo, ainda mais nesta nossa época de superexposição.

    Dançar eu até sei (maridão me ensinou até forró), mas eu sou péssimo em termos de senso de direção. Saio trombando em todo mundo...

    ResponderExcluir
  4. *DPNN, eu acho o lance de uma certa dose de mistério questão de sobrevivência, só isso... Abraços!!

    ResponderExcluir
  5. Pelo pouco que te acompanho no blog percebi que tua personalidade é forte, é um cara decidido, enfim, mas não tinha passado pela minha cabeça que não é flor que se cheire, não cheguei a imaginar tudo isso...rs
    Abraços

    ResponderExcluir
  6. * Pois é, Ro Fers, mas o bom é que eu aviso antes, né?? Hehehehehe

    Abraços!!

    ResponderExcluir
  7. Nossa que poético. Boa sinceridade também é uma virtude....

    ResponderExcluir
  8. Hummm então vc é um filhote de Skinner?! Bom saber disso!

    ResponderExcluir
  9. Falo isso pq eu tb gosto dessa psicologia. rs Bjao

    ResponderExcluir
  10. Papai Urso do Interior17 de setembro de 2011 16:24

    O mistério é ultra-aconselhável em se tratando de web, faz vc muito bem.

    ResponderExcluir
  11. * Alicia, saudades de vc!! Eu sempre achei que essa é uma das maiores virtudes... Abraços!! ^^

    * Alguém por Aí, realmente é uma corrente psicológica que traz bons resultados na aplicação prática para lidar com crianças muito novas e com adultos infantilizados... Hehehe. Abraços!!

    * Papai Urso do Interior, eu sei bem a importância disso!! Grande abraço!!

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails