quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Pedagogia da libertação

Eu sou uma pessoa quase nada ciumenta e que detesta ciúmes alheios. Em mim, este sentimento está presente numa dose muito baixa e muito bem controlada. Só não tenho muito saco mesmo é das manifestações ciumentas. Ao menor sinal desse sentimento numa relação, já começo a cogitar pular fora.

Hoje, conversando com meu namorido, surgiu no assunto um papo sobre o meu Amigo Serpente. Um cara NADA comum, diga-se de passagem.

Só para ilustrar: O Amigo Serpente é um homem muito inteligente mesmo, conhecendo de assuntos variados com uma profundidade espantosa (o que me conquista fácil...). Aliás, nunca vi o Amigo Serpente se confessando ignorante num assunto... Ele não é bonito aos olhos das pessoas que tem como referência a Revista Caras, por exemplo. Porém eu vejo nele uma beleza exótica que não agradaria muita gente, mas que me apetece muito mais.... Ele tem um humor fantástico, tem um time pra piadas perfeito, um raciocínio rápido, é sagaz na arte de entrerter os outros. E muito observador, tanto que sabe imitar com perfeição qualquer pessoa que ele conhece com timbre de voz, trejeitos e tudo. Quando converso com ele, fico muito à vontade e abuso da livre associação... Nós nos damos super bem e temos até algumas liberdades entre nós que ofereço a poucos (poucos mesmo) como falar da minha vida, dos meus problemas, trocar e-mails (ainda que curtinhos), o que é sinal que ele sabe cativar até mesmo os mais resistentes. Fora que ele toca piano maravilhosamente bem, canta prakaraleo, tem um gosto musical fantástico... Vou parar porque já deu pra entender o nível do sujeito, né??

Pois bem. Eu estava conversando com meu namorido sobre ele e acho que empolguei um pouco nos elogios ao Amigo Serpente. Daí rolou o papo abaixo:

Namorido (fingindo ciúmes): Nossa, o Amigo Serpente é isso, o Amigo Serpente é aquilo... Porque vc não pede ele em casamento??

Cara Comum: Em primeiro lugar, porque eu já pedi a você primeiro. Em segundo lugar, porque ele é hetero.

Namorido (exagerando cenicamente nos ciúmes): Ah, é?? Então quer dizer que, se eu tivesse chegado depois e ele quisesse, tinha rolado??

Cara Comum: Com certeza!!! Não pensaria duas vezes!!

Namorido (entre o brincando e o falar sério): E vc fala nessa cara de pau??

Cara Comum: Gente, mas é verdade... Vc é quase perfeito e o Amigo Serpente já chegou lá, com certeza...

Namorido (agora muito sério): ¬¬

Toda essa introdução foi só pra falar que eu não gosto de iludir ninguém. Desde pequeno, nunca fui muito hábil em tornar uma resposta mais palatável e menos esclarecedora. Perguntou, tem resposta. Nem que seja "não estou afim de falar isso!" ou coisa do tipo. Foi assim que meu pai descobriu minha sexualidade (depois conto essa história que é hilária, mas não cabe nesse texto...). Foi assim que confirmei a um colega de serviço que estava pra casar que a noiva o traia com um amigo dele (por acaso, eu conhecia o tal amigo).

É um pouco de maldade da minha parte? Talvez, porque destruo a ilusão dos outros sempre com muito prazer... Mas dor também faz a gente crescer, galera! Meu lado sádico é uma pedagoga vilã de novela mexicana. Libertem-se da ilusão!! Faz um bem danado...

E também eu não acho que rola de ficar pisando demais em ovos. Sinceramente?? Não entendo esse povo que pergunta e não está preparado pra resposta. Meu caráter foi moldado inspirado em quem? Mesmo sem saber, quando garoto eu já seguia os passos dele:

10 comentários:

  1. hauahauhauahauahua
    adorei a conversa com o marido...
    kkkkkkkkkkk

    mas q pena q o IG é hetero
    hehehe

    ResponderExcluir
  2. * Foxx, eu tb gostei, assumo... hehehe

    Abraços!!

    ResponderExcluir
  3. Papai Urso do Interior16 de setembro de 2011 10:36

    Vc é aquariano, isso explica metade do caminho... Sua ausencia de ciúme doentio, seu desapego por coisas inúteis, seu amor às ideias realmente geniais... Te entendo pacas pois sou de Leão e meu ascendente é... tchan-tchan-tchan... Aquário!! Vc já me disse que ñ dá a mínima p/ isso de astrologia, mas eu acho que explica um porção de coisas que fogem à razão, my dear...

    Pelo fato do ascendente representar como me apresento socialmente, tb acho demais ser assim, sou um pouco de dizer na lata tb, doa a quem doer e não faço isso p/ pagar de diferentão, não, faço isso porque gostaria que outros fizessem o mesmo comigo, tipo ao invés de me dizerem mentiras bonitas/agradáveis me dissessem verdades duras mas necessárias p/ meu crescimento pessoal.

    Pessoas que amo de paixão já passaram meses sem me dar bom dia por conta de uma sinceridade que a sociedade ao invés de incentivar tenta sufocar na fase adulta. Dia desses minha mãe veio p/ cima de mim c/ cobranças em relação à criação dos meus filhos, disse a ela que não aceitava aquela intromissão da parte dela porque ela mesma foi ausente em boa parte da minha infancia e eu e meus irmãos fomos praticamente criados por uma babá. Ela se enfureceu, pode?

    Acho assim: quem não tá preparado p/ verdades irrefutáveis não deve mexer num vespeiro do qual sabe que vai sair picado, né? Tb detesto frescura e não vivo de ilusões (no more illusions), mas se alguem gosta da gente deveria entender isso numa boa, vc não acha? Já rompi relacionamento bom porque a pessoa tinha mania de horarios e queria controlar os meus de acordo c/ os dela, mandei pastar em três meses e fui muito feliz depois.

    ResponderExcluir
  4. Acho que cada casal - como no caso de vcs - precisa ter sua própria forma de comunicação... se funciona pro's 2 é o que conta! Mas teu marido tem uma santa paciência, nzé? Hahahahahaha!
    PS: A cereja chega em BH até terça, tzá?
    Hugz, man!

    ResponderExcluir
  5. Olha... Somos bem parecidos nesse sentido, tb n tenho ciume e n entendo qual o drama de vc falar pro seu parceiro que um outro cara é interessante e tals.. Problema nenhum... Só acho que dizer que ele tah quase chegando a perfeição e o cara é perfeito é de uma sinceridade desnecessária...

    Sei lá, sou bem sincero mesmo, bem pé no chão e já falei coisas bem duras pro meu namorado, mas tudo tem hora e local...

    Tipo.. Vc tah num momento perfeito, abraçadinho, num lugar lindo e tals... E nego fala "eu quero ficar com vc pra sempre".. AI vc responde:?Olha, pra sempre é um conceito muito relativo, pk eu acredito na finitude de todas as coisas e blá blá blá..

    Puta pé no saco, n é hora de vc explanar sua filosofia de vida e dizer a coisa mais coerente dada a realidade... É hora de vc dizer o que precisa ser dito e nem um "a" além disso...

    ResponderExcluir
  6. já penei com a marida na fase de ciumeira, mas felizmente conseguimos contornar e superar ... eu, por mim, nunca fui muito afeito a crises de ciúmes ...

    ResponderExcluir
  7. * Papai Urso do Interior, realmente eu já disse que não acredito nessa coisa de astrologia. E nem vejo falta de razão em ser quem eu sou. Com minha história, meu processo de educação e tudo que vivi, eu não tinha como ser muito diferente disso... Mas enfim, não é isso que está em discussão, certo? :)

    Gostei de vc dizer o que eu sinto: "faço isso porque gostaria que outros fizessem o mesmo comigo, tipo ao invés de me dizerem mentiras bonitas/agradáveis me dissessem verdades duras mas necessárias p/ meu crescimento pessoal.". É por essas e outras que eu sou seu fã!!!

    Deste parágrafo pra baixo, concordo com tudo mesmo!!

    Grande abraço!!

    * Fred, pode ter certeza que ele tem muita paciência... Não é fácil mexer com um macho de TPM, ops, quer dizer, com um Leão tão irritante como eu... (trocadilho irresistível...)Hahahaha!!!

    Por isso, recomendo os carolas de plantão a já ir preparando a documentação pra beatificação que o Brasil tem mais um candidato a santo se a coisa continuar assim...rs

    Esperando a cereja, claro, mas e o chocolate??? E o chef tb não vem pra degustação não??? rs

    Hugz, man!!


    * Gato Van de Kamp, não sei se ficou claro mas eu não quebro o clima não. Quer dizer, quase nunca... Nesse caso, por exemplo, a gente estava na cozinha cuidando do almoço e o papo era sobre o I.G. mesmo... Não tinha "clima romântico", nem nada. Era conversa de amenidades.

    E eu, particularmente, acho que a sinceridade de dizer que o outro é mais perfeito é muito mais bonito. Porque nesse discurso está embutido a ideia de que "não vou te trocar só porque apareceu coisa melhor"... Até porque, essa "coisa melhor" está inserida num contexto que não considera a harmonia da convivência, os pequenos planos em comum (do tipo a cor da próxima cortina da sala), a história em comum construída, e etc. E outra: perfeição, no fim, é um saco!! Por isso, o "quase perfeito" geralmente ganha mais pontos comigo...

    Quando alguém me coloca numa situação com resposta difícil tipo "eu quero ficar com vc pra sempre", ou eu faço silêncio ou faço uma brincadeira do tipo "esse povo apaixonado que não sabe o que está dizendo..." e rapidamente mudo o foco do assunto. Táticas de sobrevivência!

    Abraços!!


    * Paulo Bratz, eu sei bem o que vc está dizendo... Sou bem assim tb... Abraços!!

    ResponderExcluir
  8. Me apresenta esse I.G (hahahahahaha)

    ResponderExcluir
  9. Ciúmes com moderação faz parte, além disso o ciúmes é uma reação involuntária do ser humano, embora alguns exageram.
    Com os meus ex eu já agi e fiz perguntinhas idem ao seu namorido, porém respostas irônicas ou sinceras de mais eram motivos para eu me chatear e irritar, porém quem pergunta o que quer, ouve o que não quer, isso é fato.

    Sua sinceridade é assustadora, afinal já pensou se o seu amigo não acreditasse que a noiva realmente o traísse, afinal tem seres apaixonados que ficam cegos, e isso poderia gerar toda uma confusão para o seu lado...
    Forte abraço!

    ResponderExcluir
  10. * Alicia, se vc quiser mesmo, eu apresento. Mas, vc está preparada para isso??? Hahahaha

    Abraços!!


    * Ro Fers, meu problema não é com o outro sentir ciúme. O problema é nego querer utilizar o que ele sente pra me podar. Se o sentimento é DELE, ele que resolva o problema DELE sem querer me impor as frustrações DELE. Algo ai me pertence? Não, então tenho minha consciência tranquila...

    Sobre minha sinceridade poder se voltar contra mim, não creio que neste caso aconteceria. Se meu colega de serviço chegou a perguntar pra mim se eu não achava estranho a noiva dele ser tão íntima do amigo dele é que ele já estava desconfiando e só faltava eu confirmar mesmo.

    Mas acredite: eu ainda me seguro muito pra evitar de passar a linha tênue entre ser sincero e ser mal educado...

    Abraços!!

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails