segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Minha vida é uma novela mexicana!


Segue abaixo uma história do passado, que eu sempre quis contar, mas só agora tive autorização para fazê-lo. É longa mas vale a pena!

Ano de 2008

Um amigo meu que veio do nordeste para estudar na UFMG me chamou para ir numa calourada. Na época eu namorava uma garota, a "Amiga Lua", e resolvi chamá-la para ir comigo também. Chegando lá na calourada, o amigo que havia me convidado mandou uma mensagem dizendo que não iria e a Amiga Lua veio acompanhada de um amigo dela que me detestava, o"Quase Rival".

O Quase Rival tinha dois motivos para me odiar: era assumidamente apaixonado pela Amiga Lua e achava que eu não era "uma boa opção de namorado para ela", por ser bi e por ter com ela um namoro aberto.

Amigos da minha ex, como o Quase Rival, e a família dela foram os principais responsáveis do término do meu namoro com  Amiga Lua, quase dois anos depois, porque chegamos numa situação de ter que enfrentar um clima muito desfavorável e hostil vindo de todos. Foi quase como um flashback de algo que eu já tinha vivido.

Ano de 2006

Eu ainda namorava a "Amiga Cigana" que, um ano antes, havia se mudado de cidade. A família dela resolveu mudar para o nordeste, separando nosso relacionamento que acabava de começar. A mãe dela, que antes me amava enquanto eu era só amigo da Amiga Cigana, passou a me detestar porque eu era o namorado da filha e bi.

Mesmo resistindo à pressão toda da distância e repressão por parte da família dela, nosso namoro estava abalado. Foi aí que ela conheceu um cara e eu também...

Ano de 2010

Após um ano lendo blogs de alguns blogayroz, decidi criar meu próprio blog. Agora, além de leitor, eu também escrevia sobre o que penso e sobre minhas histórias (e tinha muita coisa para contar...).

Lendo o blog do Foxx eu comecei a perceber que havia muita coincidência entre as características que ele dizia sobre ele (onde estudava, qual curso fazia e etc.) e as de alguém que eu conhecia na vida real. Será que o Foxx era quem eu estava pensando que era??

Ano de 2008

Enquanto eu via que o clima da noite ia ser muito diferente do que eu imaginei, reparei num cara chegando na calourada usando uma blusa de frio com capuz vermelho. O cara era realmente bonito e estava me olhando enquanto caminhava ao encontro de alguns amigos.

Um tempo depois, enquanto dançávamos no meio da calourada, Amiga Lua disse-me que tinha um cara com cara de lerdo muito lindo olhando para ela. Eu sempre tive um gosto pra homem bem diferente do dela e perguntei:

Cara Comum:  Amiga Lua, mas você acha ele realmente bonito?

Amiga Lua: Claro! Olha só a cara de lerdo dele... Posso beijá-lo?

Cara Comum: Não precisava nem me perguntar isso. Vc poderia simplesmente ir lá e beijá-lo.

Eu sabia que ela tinha feito aquela pergunta para não "assustar" o Quase Rival. Ela sorriu e foi na direção do cara com cara de lerdo respondendo:

Amiga Lua.: Eu sabia...

Quase Rival (num tom de revolta): Mas você vai deixar que ela beije quem ela quiser?

Cara Comum (sem paciência de explicar): Sim. Qual o problema?

Quase Rival (sem acreditar que ouviu minha resposta): Você não gosta dela, MESMO...

Ano de 2006

O cara que eu conheci era o "Ex Maluco", que acabou virando a razão pelo qual meu namoro com a 
Amiga Cigana terminou.

Na mesma época, um amigo meu começou a namorar a Amiga Lua, que eu ainda não conhecia. Alguns meses depois, eu contei para os meus amigos pela primeira vez sobre minha sexualidade. De todos, Amiga Lua foi a única que me apoiou imediatamente de forma incondicional... A gente sempre foi muito próximo e, tínhamos uma relação tão legal que o Ex Maluco morria de ciúmes.

A história com a Amiga Cigana parecia que tinha ficado no passado. Ela não estava mais chateada comigo, mas o cara que ela conheceu ainda iria aparecer de novo nessa história.

Ano de 2008

O Quase Rival, muito revoltado com aquilo tudo, foi ao banheiro e me deixou sozinho (graças a Deus). E eu resolvi ir atrás do tal cara de capuz vermelho que eu tinha achado bonito no começo da calourada. Cheguei perto da Amiga Lua que ainda não tinha beijado o cara com cara de lerdo:

Cara Comum: Amiga Lua, o Quase Rival foi ao banheiro...

Cara Com Cara de Lerdo (tentando evitar qualquer mal entendido): Ela tá falando que você é o namorado dela, mas que você não se importa se eu beijá-la...

Cara Comum: É. Eu vou ficar prendendo só porque gosto dela? Deixa ela ser feliz!

Amiga Lua (falando para Cara com Cara de Lerdo): Eu não falei pra você?

Cara Comum (falando com a Amiga Lua e ignorando a expressão de interrogação do Cara com Cara de Lerdo): Bom, eu vou ali... tá?

Amiga Lua (já entendendo o que eu quis dizer): Vai fundo!

Cara Comum (falando para o Cara com Cara de Lerdo): Ah! E só uma coisinha: ela não gosta de quem fica conversando demais não... Beija logo, tá?

Amiga Lua (puxando o Cara com Cara de Lerdo pela camisa na direção da boca dela): Isso é verdade...

Mente do Cara Comum (enquanto olhava Amiga Lua beijando o Cara com Cara de Lerdo): Que mau gosto!!!

Ano de 2006

Depois de uns 5 meses sem conversar comigo, Amiga Cigana me liga e me conta suas aventuras. Disse que lá no nordeste tinha conhecido um cara (o tal da época do fim do nosso namoro) e que tinha se apaixonado por ele, mas que o cara é gay. Ela perguntou se aquilo era a sina dela...

Rimos um pouco e ela me confidenciou que o tal cara estava de mudança para BH. Ele ia estudar na UFMG.

Ano de 2008

Eu sabia que o Quase Rival voltaria do banheiro e iria ficar enchendo o saco da Amiga Lua e fazendo a cabeça dela contra mim. Isso me deixou um pouco constrangido, mas resolvi ir atrás do que eu queria, mesmo assim.

Aproximei-me do cara de capuz vermelho que eu havia achado bonito. Conversamos um pouco e, quando ele me disse o seu nome, achei interessante ele estar usando vermelho...

Ele acabou me levando para um lugar um pouco mais afastado onde nos beijamos. Perdi a noção do tempo e, de repente, sinto uma mão cutucando meu ombro:

Amiga Lua: Você sumiu! A gente ficou preocupado...

Fiquei pensando que o Quase Rival já devia estar enchendo a paciência da Amiga Lua e por isso ela estava ali falando aquilo.

Cara Comum (falando com a Amiga Lua): Desculpa. Eu já estou voltando...

Sem saber o que dizer para o cara de capuz vermelho, me despedi e disse que precisava ir. Quando fiz que ia tirar o celular para anotar o número do telefone do cara de capuz vermelho, recebi um olhar de reprovação de Amiga Lua. Então disse apenas um "até mais" e fui embora com ela. Enquanto voltávamos para o lugar onde o Quase Rival nos esperava, ela me disse:

Amiga Lua: Beijar, tudo bem. Trocar telefone não, tá?

Cara Comum: Tudo bem. Assumo que isso é passar dos limites e te desrespeitar. Desculpa, eu não vou nem pensar nisso mais...

Ano de 2010

Resolvi entrar em contato com o Foxx pra saber se a coincidência era mesmo tão grande. Vindo do nordeste pra estudar na UFMG ainda por cima??? Só podia ser ele!!


Adicionei-o ao msn pra tirar aquela história de vez a limpo. E na conversa não havia sobrado a menor dúvida: o Foxx era realmente o cara do capuz vermelho!!!


Ano de 2008


O Quase Rival, visivelmente irritado, queria ir embora da calourada e já tinha conseguido estragar o meu clima pra continuar lá e o da Amiga Lua também.


Quando já estávamos no ponto de ônibus, eis que meu telefone toca:


Cara Comum (falando com a Amiga Lua): O "Amigo Imaginário" está me ligando agora, acredita??


Amiga Lua: É a cara dele fazer isso. Já até sei o que ele vai falar...


Cara Comum (falando com o Amigo Imaginário no telefone): E aí? Beleza cara?


Amigo Imaginário (com voz de bêbado que foi expulso de um bar porque já estava na hora de fechar): Vocês ainda estão na calourada? Estou pensando em ir para aí...


Cara Comum (exagerando para cortar a onda do amigo sem noção):  Amigo Imaginário, a gente já está indo embora, a calourada já está acabando e eu nunca vou te perdoar por você ter feito minha noite sair completamente do que foi planejado. Você sabe que eu te adoro e tentei ser teu amigo desde o dia em que vc veio do nordeste pra estudar aqui na UFMG e não conhecia ninguém em BH. Primeiro fiz pela Amiga Cigana, porque ela me pediu, mas depois eu continuei seu amigo porque você é um cara muito legal. Só que hoje você pisou na bola. Como é que você me convida pra vir na calourada da UFMG e quando eu estou lá te esperando você manda mensagem dizendo que não vem???

15 comentários:

  1. Ficou um pouco complicado de entender, o Foxx é só o de capuz vermelho ou o cara que sua ex gostou também.

    ResponderExcluir
  2. Papai Urso do Interior10 de outubro de 2011 13:16

    Sério que vc tem ciúme zero do objeto amado? Me dá receita, preciso trabalhar mais essa questão na minha pessoa, mas como odeio o famoso discutir relação (DR), como que faz? rsrsrs... Dramalhão mexicano é a minha, no interiorzão tudo é escondidinho, ñ tem isso de namoro aberto ou amizade colorida, não...

    No interior nada muda e pessoas permanecem c/ idade mental do final do século 20, por um certo tempo me revoltei c/ isso, hj em dia acho essa hipocrisia reinante um charme de qualquer povoado pequeno, rsrsrs... Ah esse logotipo da Televisa é tão cafona quanto as novelas que eles produzem, né? rsrsrsrs... Ah como tô bem-humorado!

    ResponderExcluir
  3. Mexicano nada.. Isso é Almodovar com uma pitada de Manoel Carlos.. Pk no fim todo mundos e conhece, e tudo é muito civilizado, e tudo tem muita maturidade (essa é a aprte do maneco)... Mas os corpos ardem, os desejos tb e a liberdade é a expressão máxima q norteia todas as coisas... Almodovar.. Amo muito tudo isso!!!!

    ResponderExcluir
  4. Nossa, meio confuso, não ? acho que preciso montar um fluxograma.

    ResponderExcluir
  5. Gente!!!!!!
    Que confusão master!!!
    Adorei a narrativa com idas e vindas e flashbacks Os Normais Mode On... mas foi confuso, admito.

    Engraçado como algumas coisas - por mais água que passe por baixo da nossa ponte - nos marcam e resistem a sair da memória, né? Ou o quanto o mundo é pequeno e quantas das nossas vidas ainda podem se cruzar na fila da padaria, ou o quanto a quer aquilo que diz que não quer... enfim... muitas variações de interpretações! Confundiu mas fez pensar! Congratz!

    Agora pra perder o amigo e nunca a piada: afinal comeu ou não comeu o Chapéuzinho Vermelho (é que a boataria por Blogsville voa!)??!? Hahahahaha! E por fim: que diabos nessa vida é uma CALOURADA?!?

    Abraços!

    ResponderExcluir
  6. que confusão lol
    não diria que é mexicana, parece-me mais uma serie americana :p

    ResponderExcluir
  7. Acho lindo relações abertas... queria ter cabeça pra isso. Nossa quanta coisa. Acho que fiquei até meio perdido. rs

    ResponderExcluir
  8. As siglas me confundiram muito, confesso. Muitas, muitas siglas XD.

    Mas eu tô com LC e não abro: Homem com cara de bobão/lerdo é tudo de bom hahaha

    Beijo Doido!

    ResponderExcluir
  9. Caraca... meio Lost, mas achei bacana, como diria minha irmã, e no fundo isso aqui é um grande quintalão!

    Mas fiquei com algumas dúvidas também! Mas, o interessante é onde essas dúvidas acabam por nos levar!

    Show de bola!

    ResponderExcluir
  10. Nunca antes na história deste blog uma postagem foi tão comentada!!! Huahuahau. Vamos então às respostas:


    * Foxx, eu também adorei escrever essa história e relembrar o passado. Foi muito divertido... Hahaha.

    Abraços, querido!!


    * Anônimo, o último flashback de 2008 está lá para esclarecer isso. O W. (meu amigo que veio do nordeste estudar na UFMG e que eu conheci graças à N.) foi quem me chamou pra ir nessa calourada e na última hora não foi. Depois, quando eu estava indo embora é que ele liga querendo aparecer lá... Ou seja, ele é o culpado de tudo que aconteceu nessa noite (eu nem iria ficar sabendo da calourada se ele não me chamasse).

    Ficou mais claro agora?

    Abraços!!


    * Papai Urso do Interior, meu ciúmes é QUASE zero. Só ficaria com ciúmes se percebesse que o meu ser amado está dedicando um carinho e atenção que eu não recebo... Sempre fui assim, porque acho que prender o ser amado não resolve nada. Se a pessoa realmente quiser aprontar, ela vai arrumar uma ocasião. Então, não tenho receita pra isso. Faz parte de mim e pronto.

    Sobre a tal idade mental, aqui em BH é mais ou menos a mesma coisa. O povo fala que, apesar de ser a capital, Belo Horizonte é uma "roça grande" e as pessoas têm mentalidade do século XIX.

    E sobre o logotipo da Televisa ser cafona, eu também acho e esse foi o principal motivo da escolha. Hahahahahah. Abraços!!


    * Gato Van de Kamp, eu pensei que era uma trama mexicana por causa das revelações e reviravoltas mirabolantes... Mas depois que vc disse que o autor da minha história é "Manuel Almodóvar", comecei a pensar que vc tem razão... Hahahaha.

    Abraços, querido!!


    * Mr. Gayrrisson, a confusão é proposital. Eu sempre achei novela mexicana algo muito confuso. Vc não?? Apesar disso, com atenção dá pra entender a história, eu acho...

    Abraços!!


    * Fred, acho que, dos seus questionamentos, minha história só tem a ver com um fato que, entre meus amigos a gente diz: moramos numa cidade chamada "Belorizovo". Não sei se o mundo é pequeno, mas essa cidade com certeza deve ser!

    Sobre o "comeu ou não comeu o Chapéuzinho Vermelho", eu acho que fui claro: a gente só se beijou... Esse povo de blogsville é mesmo indiscreto, nzé?? Hahahaha

    E só pra batizá-lo num linguajar que eu não sabia que no sul não havia: calourada são todos os eventos que os veteranos fazem para receber os calouros na faculdade e que, geralmente, culminam numa festa (sendo que algumas calouradas se resumem apenas a tal festa e outras incluem os trotes, os cursos para calouros e outros eventos). Isso na teoria, porque na prática, a festa acontece depois de dois meses que todo mundo começou a estudar e os trotes e o restante já aconteceram há muito e ninguém se lembra mais quem são os calouros...

    Hugz, man!!


    * Sad Eyes, série americana?? Eu não acompanho muito nem novela nem série, mas esse definitivamente não é o esteriótipo que eu tenho de série americana. Mas, se vc diz...

    Abraços!!

    ResponderExcluir
  11. * Alguém por Aí, eu acho que, acima de tudo, vale o respeito entre as pessoas. Se ninguém quebrar o "contrato" que foi feito no início do namoro, tudo tranquilo. Sobre a confusão, talvez eu tenha exagerado na dose, mas ela era intencional pra caracterizar o clima de novela, tenha certeza.

    Abraços!!


    * Lobo, muitas siglas?? Tem só L.C. (minha ex namorada que foi na calourada), J. (o amigo mala dela), N. (minha ex-namorada que mudou pro nordeste), W. (o furão de calourada e alvo do desejo de N.) e o M. (meu ex-namorado que, neste post é praticamente figurante...). São 5 siglas, sendo que 2 praticamente não aparecem muito...

    Eu tentei facilitar a associação dos nomes aos personagens, mas o editor do blogger está de pirraça comigo: eu coloco tudo colorido, mando visualizar e aparece colorido, mas quando publico fica tudo da mesma cor do texto. Grrrrrrrrr.

    Agora sobre o gosto pra homem com cara de lerdo, eu costumo a falar que era a única coisa que explicava o que havia em comum nos homens que ela gostava. Se vc curte também, vai fundo... Hahaha

    Beijo, doido!!


    * Latinha, os flashbacks podem soar meio Lost, mas são bem diferentes, né??

    Fiquei só com medo dessas dúvidas que vc preferiu não revelar e deixar que elas te conduzam... o.0

    Abraços!!

    ResponderExcluir
  12. Acho que devido o horario eu esteja meio sonolento, então foi uma tremenda confusão ao ler...
    Nada contra, mas eu acho muito estranho relacionamento aberto.
    Tu namorava as garotas e elas sabiam que tu era Bi? Orra...
    Abraços

    ResponderExcluir
  13. * Ro Fers, eu tenho certeza de que o texto ficou meio confuso mesmo. E ainda bem que temos pensamentos diferentes, né?

    Abraços!!

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails