quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Cada um na sua, mas com alguma coisa em comum...

Alguém lembra do slogan da propaganda da marca de cigarros Free na década de 1990 que usei como título para essa postagem? Ele sempre me disse mais do que uma análise rasa poderia dizer. E tudo por um motivo: eu me interesso em conhecer pessoas.

Compartilho muito do gosto antropológico relatado pelo Gato Van de Kamp. Adoro conhecer pessoas, observá-las, ver "o jeito todo especial de ser" de cada um. E blogsville é um terreno fértil para esse exercício.

O mais legal de conhecer a galera de blogsville é que a gente tem oportunidade de trocar ideias com pessoas que são diferentes e que nos acrescentam com seus pontos de vista. Pode ser sobre assuntos polêmicos e complexos ou sobre coisas mais triviais. Mas no fim das contas, percebemos que há muito mais semelhanças do que suspeitávamos.

De fato, cada um vai se revelando aos poucos e no fim a gente começa a perceber que, excetuando a aparente diferença, somos todos muito iguais. Queremos basicamente ser felizes e pronto!

O que salta aos olhos é a maneira pela qual a gente encontra essa felicidade. E como não existe um só caminho, vemos cada um querendo trilhar o seu e fazendo uma história única, diferente das demais num exame superficial, mas essencialmente igual.


Quer um exemplo trivial do que a princípio poderia ser uma diferença mas, olhando bem, não é? O Lobo fez um post todo trabalhado na revolta pelo calor que se anuncia com a chegada da Primavera. É a maneira dele de expressar sua busca pelo conforto em relação à temperatura ambiente. Já eu? Eu tenho a resposta na ponta da língua. Se eu gostasse de frio, tinha pedido pra nascer picolé porque ia viver feliz num freezer, com um pauzinho enfiado e ia morrer com alguém me chupando...

11 comentários:

  1. Ai... to com o lobo e n abro, odeio esse calor lazarento e no verão manter minhas taxas de humor não costuma ser tão simples assim...

    Eu tb acho que blogsville é um balsamo pra gente que tem essa coisa antopô dentro de si.. É uma maneira bem completa da gente tah acompanhando diferenças... E concordo contigo que no fim da historia todo mundo quer é ser feliz... A diferença esta nos formatos dessa felicidade...

    É isso.. Amei ser citado no seu blog, me sinto importante toda vez que alguém me cita... rsss

    Bjus

    ResponderExcluir
  2. hauahauhauahauahua
    gente, o final desse post...
    hauahauhauahaua

    ResponderExcluir
  3. Já te disse que A-MEI essa analogia do picolé né? ahauahauahua

    Tenho um gosto um pouco menor pelo antropológico, mas sempre fico curioso quando alguém me apresenta uma coisa muito diferente da minha, que eu não julgue tão bizarra a ponto de repelir minha aproximação hahaha.

    E no fim, é bem isso mesmo. Acho que o bem estar é o que todo mundo busca, só que o organismo de cada um é o de cada um.

    E viva o frio! o/

    Beijo Doido!

    ResponderExcluir
  4. * Gato Van, isso de gostos diferentes se chama diversidade, bebê! Amo muito tudo isso!!!

    Sobre vc ser citado, não fico a vontade de fazer homenagens públicas, mas vc é realmente muito importante nessa nossa vizinhança... Hehehe

    Beijos!!


    * Foxx, a gente tem que concluir o raciocínio de alguma forma, não é?? E um post que tem a combinação inusitada dos marcadores "reflexão" e "bobagem" só podia dar nisso mesmo... Hehehe

    Beijos!!!



    * Lobo, sim vc me disse... E assumo que esse post foi inspirado numa madrugada de insônia, reflexão e bobagem...

    Sobre as pessoas, mesmo o que me é muito estranho me gera uma curiosidade que não me faz repelir. Gosto de saber se tem coelho pra sair daquela toca e qual será o coelho, entende?

    Beijo, doido!!

    ResponderExcluir
  5. Bom... naquela época (cof, cof) era assim: Charm - cigarro para damas; Marlboro - cigarro pra machão e Free - cigarro alternativo, ou seja, para gays! Hahahahahahaha! Fumotodos!

    Sobre teu post: é bem nessas. Blogar tem tudo a ver com antropologia. E também adoro ir desvendando os amigos, percebendo - como bem tu disse - muitas semelhanças e - verdade seja dita - outras várias diferenças!

    Sobre teu comment: eu avisei que era um clipZINHO de um videoZINHO que era bonitinhoZINHO. E só!

    Abraço!

    ResponderExcluir
  6. Acho esse termo "blogsville" tão divertido.
    E concordo com quase tudo que vc disse: adoro analisar o ser humano. E lendo é mais divertido ainda.

    ResponderExcluir
  7. * Fred, eu nunca fumei, mas sempre adorei os comerciais do Hollywood até mais que os do Free... Eu sentia que eu era um misto dos dois (viado aventureiro.... kkkkkkk).

    E desvendar é preciso, sempre!!

    Ah e sobre o teu post, não considerei como propaganda enganosa não. Só acho que eu é que estava meio insensível para aquilo naquela hora... heheheh

    Beijos, man!!



    * Autor, divertir-se enquanto se desnuda as pessoas é sempre muito bom... Hehehe

    Abraços!!

    ResponderExcluir
  8. Papai Urso do Interior6 de outubro de 2011 23:10

    No fundo o que todo mundo quer é simples como a letra dessa música:

    Eu não quero
    Esse mundo em preto-e-branco
    Que eu não posso explicar, yeah...
    Eu não quero
    Que a vida venha pronta
    Ensaiada prá agradar

    Não sei como te falar
    Mas deixo os meus recados
    Por onde você possa passar, yeah...
    Nos muros da cidade a te cercar

    Nem sei onde quero chegar
    Mas seja onde for
    Rio, Paulicéia, Nova Délhi, Paris
    Eu só quero, eu só quero ser feliz, eu só quero...quero ser feliz!!!

    ("Eu Só Quero Ser Feliz", Buana 4)

    ResponderExcluir
  9. * Papai Urso do Interior, vc desencavou essa ai, hein?? Mas gostei da trilha sonora... hahaha

    Grande beijo, queridão!!

    ResponderExcluir
  10. * Alguém por Aí, obrigado pelo elogio. Mas perfeito mesmo foi a imagem que eu encontrei pra ilustrar o post. Fizeram uma série de picolés do ator do James Bond, sabia? Aliás, essa é uma informação essencial à vida de todo mundo... rs

    Beijos, SEU LINDO!!

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails